sexta-feira, 28 de novembro de 2008

Sandman

Meu contato com revistas em quadrinhos se deu quando eu ainda era bastante novo. Meu pai me ensinou a ler aos 2 anos e meio e não foi muito após essa data que começou a comprar quadrinhos Disney para mim. Eu conto então que coleciono quadrinhos desde os 3 anos de idade (sim, ainda tenho grande parte das revistas que comprei naquela época), e isso dá quase 23 anos de quadrinhos, montando uma coleção que deve estar beirando as 1500 revistas.
Mas não é só aos quadrinhos em papel que devo meu conhecimento sobre essa mídia. Não fossem os digitais (algumas vezes scaneados das editoras brasileiras, e na maioria traduzidos de scans americanos) e eu talvez não tivesse tido contato com Alan Moore, Neil Gaiman, Frank Miller, Will Eisner e todas as obras que estes produziram.
Das grandes obras dos quadrinhos, talvez minha maior lástima fosse não ter lido ainda os 75 elogiadíssimos volumes de Sandman, escritos por Neil Gaiman e desenhados por vários artistas. Então, essa semana eu finalmente concluí a leitura dos volumes da série principal e de todas as minisséries relacionadas às quais tive acesso.
Muita gente conhece a DC Comics sobretudo por sua trindade de ícones: Super-Homem, Batman e Mulher Maravilha. Mas a DC possui outros heróis mais obscuros, sendo um destes Sandman, um herói dos anos 70 que vivia na dimensão dos sonhos e salvava as crianças de seus pesadelos. No final dos anos 80, a DC dá a Neil Gaiman a incumbência de reinventar o personagem.
Gaiman deixa o antigo Sandman de lado e cria Os Perpétuos, sete seres irmãos que não são deuses, mas existem desde os primórdios do tempo e são responsáveis por reger alguns aspectos da vida no Universo. São eles, em ordem de idade: Destiny (Destino), Death (Morte), Dream (Sonho), Destruction (Destruição), Despair (Desespero), Desire (Desejo) e Delirium (Delírio).
Sonho é o protagonista da série Sandman, sendo o mestre do Sonhar, o reino onírico para o qual todos vamos quando dormimos. Sonho tem vários nomes, sendo Morpheus o mais conhecido deles. De todos os seus irmãos, Morte é a mais conhecida, tendo ganho duas minisséries, ambas escritas por Gaiman.
Unindo mitologias diversas, contos de fadas e muita criatividade, Sandman é uma revista memorável, na qual até os coadjuvantes são tridimensionais e possuem uma história por trás.
As 75 edições passam voando, em uma sequência fabulosa de eventos que conclui apropriadamente. Recomendo a todos a leitura deste marco da nona arte, que finalmente me fez dar ao celebrado Neil Gaiman o seu merecido reconhecimento. Eu já tinha lido várias de suas obras e gostava, sobretudo de sua simpatia (já veio ao Brasil várias vezes, tendo inclusive sido um dos convidados do festival literário que ocorre em Parati neste ano), mas também de suas capacidades narrativas, sempre bolando histórias com base mitológica e em contos de fadas. Mas nenhum de seus trabalhos se compara a Sandman.
Porém, devo dizer que entre os sete perpétuos, meus preferidos são a doce Delírio e a simpática Morte, famosa por sua aparência gótica.
Deixo-os com algumas imagens, como de costume. (Direitos autorais da DC Comics, mas imagens encontradas pelo Google)

(Morte, saboreando seu café)

(um dos mais famosos desenhos da Morte, por Chris Bachalo)

(Delírio assume inúmeras aparências, mantendo apenas seu estilo desgrenhado e mal-vestido e seus olhos bicolores - um azul e um verde)

(outra imagem de Delírio)

(Uma versão em Super Deformed dos Perpétuos. Da esquerda para a direita: Desejo (não é homem nem mulher, pode ser ambos), Desespero (irmã gêmea de Desejo), Delírio, Sonho, Morte, Destino e Destruição)

13 comentários:

alex marques disse...

Pois é meu amigo Elvis(se é que posso chamar assim, pois só nos vimos uma ou duas vezes...mas debatemos muito nas internets da vida!) me parece que o senhor resolveu fazer um novo post, não diria de gostos pessoais mas como uma indicação ou sei lá... só sei que Sandman está na minh alista há muito tempo, porém venho sempre adiando! Não sei porque deixo muita coisa boa para o futuro.. parece até que tenho medo de chegar um dia em que não terei nada de bom ou novo para ler e guardo umas pérolas na manga,,, vai entender! Um abraço!

Eliana Mara disse...

Aprendi muito com este post.
As imagens são incríveis. Gosto dos quadrinhos mas sou muito iniciante ainda na leitura.


Bjs

Elvis "Wolvie" disse...

Eliana: oh! Que bom que alguém aprendeu alguma coisa com meu post! De quadrinhos eu entendo um pouco! Espero continuar postando os mais diversos temas nA Toca do Lobo, ok?

Alex: como assim nos vimos uma ou duas vezes??? A não ser que Xavier tenha apagado estes eventos da minha memória, ou seja algo restante no meu clássico problema de lavagem cerebral, eu não me lembro de ter lhe conhecido pessoalmente! =P Dos amigos de Gilvan, eu só conheço Ricardo!
Mas se quiser, estarei por Campina entre 6 e 25 de fevereiro, provavelmente! =)

Renata Angeli disse...

Oi Wolvie!

Então, acho que dá pra vender uma guirlanda dessas por no mínimo 25 reais. Se for de bombons fica mais caro. :)

alex marques disse...

Como assi Elvis... esqueceu da corrida no Iguatemi para ver a primera sessão de Matrix Revolutions?!!!

Spring.Rain disse...

Oi, Elvis! Passei uns dias sem internet, mas em breve voltarei a comentar com frequência e responderei seu e-mail!
Beijo!

Elvis "Wolvie" disse...

Hein??? Você estava conosco? =O Algo misterioso realmente apagou da minha memória. Lembro-me perfeitamente dessa corrida, e de ver o filme com Gilvan, Lucas e Ribamar. Não lembrava de mais ninguém! o.O
Que bizarro! o.o
Pedirei a Gilvan para refrescar minha memória, normalmente tão elogiada, acerca desse momento. Nossa! Tou realmente ficando velho e precisando de mais férias! >___<

alex marques disse...

Pois é e se não me engano voce até foi de carona conosco.... hauhauhauhauhahuahha! Acho que a outra ocasião foi num aniversário do Gilvan que ele ganhou o busto de Vegeta!

Elvis "Wolvie" disse...

De carona? o.O Também não me lembro de ir de carona para o cinema.

Ahhhh, sim. No aniversário de Gilvan eu lembro que tinha várias pessoas que eu não conhecia. =PPP E ele deve ter me apresentado a todas, então... mas, anyway, a idade chega para todo mundo, hehehehe.

alex marques disse...

Você não foi ao cinema de carona.. voltou. Tá perdoado!

Spring.Rain disse...

Me fantasiei de Morte para ir a uma festa de Carnaval em 2001 (ah, a juventude...), mas nunca soube muita coisa sobre ela e Sandman... Até ler esse post. =]

Elvis "Wolvie" disse...

Você fez cosplay de Morte???? O___O Tem fotos??? Uau, preciso ver! XD

Gilvan disse...

Poiseh, rapaz... post superbacana esse aê. Ainda não li Sandman, acredita? E olha que eu estava em dúvida se vc tinha gravado as edições pra mim, mas já as encontrei aqui nos meus arquivos. O caso é que de uns tempos pra cá eu ando muito devagar em matéria de ler scans, daí acabo dando preferência a ficar vendo filmes ou seriados.

Tenho saudades é de voltar a ler quadrinhos em papel. Pena que se gaste tanto para colecionar tudo o que se quer, então... a coisa fica por isso mesmo.

Bem, eu também não tenho lá muuuuita certeza do seu encontro com Alex naquela memorável corrida no Iguatemi e nem da tal carona a que o mesmo se refere, na verdade não estou muito certo da presença dele naquele dia (se sua memória não está tão boa, imagina a minha então ~_~). Só que eu tenho a impressão da gente ter topado rapidamente com ele numa sessão de X-Men 3, mas posso estar enganado.

Contudo, eu tenho aqui uma foto em que ambos estão presentes na minha casa... foi naquele aniversário que de lembraste no coment acima. É uma foto com um monte de gente e vocês estão tipo um em cada ponta.

E só para corrigir o meu amigo Alex: na verdade eu não tinha ganho um busto do Vegeta e sim do Homem Aranha.

Gostei das fotos do post... os SD dos Perpétuos ficaram bem legais! =)

Bem, é isso... até mais!!